Conheça a Carreira de Agente de Polícia Federal

Cursos para Concurso TJ-MG 2017
Cursos para Concurso TRE RJ

O cargo de Agente de Polícia Federal é um dos mais desejados por aqueles que almejam a carreira policial.

Movidos pela vocação e por uma boa remuneração, os candidatos buscam o ingresso em uma das instituições mais respeitadas e admiradas no país. 

Enquanto alguns procuram o serviço público para exercerem funções burocráticas, os aspirantes ao cargo de Agente da PF buscam atividades sem rotina específica, como executar investigações e atuar na prevenção e repressão de ilícitos penais.

Mas você sabe como é a carreira de um de Agente de Polícia Federal?

Se você vai prestar o próximo concurso para Agente de Polícia Federal, esteja ciente de que o cargo não se destina a concurseiros que atiram para todos lados, mas sim àqueles que possuem o perfil e vocação necessários ao exercício da atividade policial.

Saiba que a profissão muitas vezes é estressante, pois envolve exposição diária ao risco à integridade física e à carreira.  

Pode ser que você saia inteiro de uma operação arriscada, mas que depois seja acusado por abuso de autoridade e tenha que responder a um processo administrativo.

Saiba também, que o dia a dia de trabalho nem sempre tem o glamour das grandes operações que saem na mídia, e que você pode ter que passar um longo período atuando nas fronteiras, longe de amigos e familiares.

Além disso, tenha em mente que a atividade policial é desvalorizada no Brasil, e que a remuneração não deve ser o fator determinante para a escolha do cargo.

Agente de Polícia FederalNo entanto, se você tem certeza de que é isso mesmo que você quer, tenha em mente de que todo sacrifício é válido para conquistar o sonho de se trabalhar com aquilo que gosta.

Apesar das dificuldades, a profissão é gratificante e a maioria dos APFs ama o que faz e não pensa em trabalhar com outra coisa.

Se você já consegue se imaginar em operações usando o uniforme preto, e tem como missão de vida o combate ao crime, este cargo é o ideal.

Clique aqui para acessar o Banco de Imagens e conhecer mais sobre o Departamento de Polícia Federal.

Resumo do Artigo

Neste artigo você vai aprender mais sobre o concurso, as atribuições, a remuneração, o plano de carreira, os benefícios e as vantagens do cargo de Agente de Polícia Federal.

Ao final do artigo, vou disponibilizar para você baixar algumas ferramentas e vídeos importantes para quem pretende ser Agente de Polícia Federal.

Receba Dicas Exclusivas (É Grátis!): 

Requisitos para ingresso no cargo

Para se tornar Agente da Polícia Federal, você vai precisar de:

  • Diploma,  devidamente  registrado,  de conclusão  de  curso de  nível  superior*, em qualquer área,  fornecido  por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.
  • Carteira nacional de habilitação, categoria “B”, no mínimo.
  • Ser aprovado no concurso e não ter sido eliminado na investigação social e/ou funcional.
  • Ter nacionalidade brasileira ou portuguesa e, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses, com reconhecimento de gozo de direitos políticos, nos termos do § 1º, artigo 12, da Constituição da República.
  • Ter idade mínima de dezoito anos completos, na data de matrícula no Curso de Formação Profissional.
  • Ter aptidão física** e mental para o exercício das atribuições do cargo.
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais

*Os cursos superiores de tecnologia reconhecidos pelo Ministério da Educação são suficientes para atender o requisito da graduação para provimento nos cargos de Agente de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal e Papiloscopista Policial Federal.

** Por decisão do Supremo Tribunal Federal serão reservadas vagas aos candidatos com deficiência nos concursos para os cargos policiais. Os candidatos com deficiência serão submetidos a todos os testes, avaliações e exames em igualdade de condições com os demais concorrentes do concurso.

Concurso Público

A primeira etapa do concurso para ingresso no cargo é composta das seguintes fases:

  • Prova objetiva e discursiva (caráter eliminatório e classificatório)
  • Avaliação psicológica (caráter eliminatório)
  • Exame médico (caráter eliminatório)
  • Exame de Aptidão Física (caráter eliminatório)

Você deve ter ciência de que ser aprovado na parte teórica é só o primeiro passo. A Polícia Federal é rigorosa e há um alto índice de reprovação nas etapas de avaliação psicológica e médica e, principalmente, no Exame de Aptidão Física.

Assim, você vai ter que se preparar para essas etapas com a mesma dedicação que se preparara para as provas teóricas.

Para saber mais sobre cada fases, baixe os editais dos últimos concursos:

Edital do concurso de 2009 (Organizado pelo CESPE/UNB)

Edital do Concurso de 2012. (Organizado pelo CESPE/UNB)

A segunda etapa do concurso público consiste no Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, a ser realizado no Distrito Federal.

Você terá que se dedicar com a mesma garra que se preparou para o concurso, pois a nota obtida no Curso de Formação Profissional será rigorosamente obedecida para efeitos de escolha de lotação.

O curso é ministrado na Academia Nacional de Polícia, em Brasília/DF, sob regime de internato, de 7 horas e 30 minutos, de segunda-feira às 18 horas de sábado, e tem duração aproximada de 04 meses.

 Clique aqui para conhecer a Academia Nacional de Polícia.

Receba Dicas Exclusivas (É Grátis!): 

Atribuições do cargo

Executar investigações e operações policiais na prevenção e na repressão a ilícitos penais, dirigir veículos policiais, cumprir medidas de segurança orgânica, desempenhar outras atividades de natureza policial e administrativa, bem como executar outras tarefas que lhe forem atribuídas. 

Na prática, você pode executar atividades administrativas como fiscalização de aeroportos, fiscalização de segurança privada, emissão de passaportes, controle de registro e porte de armas, controle de produtos químicos etc…

Por outro lado, há setores mais operacionais em que você vai trabalhar diretamente com operações de repressão a crimes como o tráfico internacional de drogas.

Polícia FederalO setor mais operacional da instituição é o COT – Comando Operações Táticas – que é a tropa de elite da Polícia Federal, treinada para agir em situações extremas que exigem um preparo além do convencional.

Para ingressar no COT, o candidato deve passar um por um processo de recrutamento interno ter um excelente condicionamento físico e mental para suportar e ser aprovado no rigoroso treinamento que dura cerca de um ano.

Disponibilizei em nosso canal no Youtube um vídeo sobre o COT. Clique aqui para acessar (O link abrirá em outra página e você poderá continuar a leitura do artigo).

Jornada de trabalho

A jornada normal de trabalho é de segunda a sexta-feira, com carga horária de 8 horas diárias e 40 horas semanais, em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

No entanto, há jornadas especiais, como o regime de plantão de 24 horas de trabalho por 72 horas de descanso.

Há ainda, o regime de sobreaviso que, apesar de não ter previsão legal, acaba ocorrendo na prática. Nesse caso, você pode ser acionado a qualquer momento durante o período de folga.

Lotações

Não entre no DPF pensando que irá ser lotado de início em uma capital ou que com pouco tempo conseguir uma remoção.

Você poderá ser lotado em qualquer unidade da Polícia Federal no território nacional. Geralmente os editais dos concursos listam os Estados onde os aprovados serão lotados preferencialmente.

No concurso de 2012, por exemplo, foram disponibilizadas vagas, preferencialmente, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima e em unidades de fronteira.

Por uma questão de justiça, você será lotado inicialmente em localidades mais distantes e de fronteiras, e os que estão lá há mais tempo serão removidos para localidades melhores.

Tem muita gente nas fronteiras e que não vê a hora de voltar para casa.

Momento de escolha da lotação

A nota do concurso não tem valor para definir onde você será lotado. O critério utilizado é a nota no Curso de Formação Profissional.

Conforme previsto no edital do concurso, a “nota obtida no Curso de Formação Profissional será rigorosamente obedecida para efeito de escolha de lotação.”

Assim, ao final do curso, é disponibilizada uma lista com todas as lotações disponíveis. Os aprovados são chamados por ordem de classificação para a escolherem uma lotação.

Dessa forma, se você ficar mal colocado no curso, poderá ficar apenas com o que restou.

No curso você fará amigos para toda a vida, mas não vá pensando que é uma colônia de férias e que vai ser só balada. Além da importante para fins lotação, o treinamento é sério e eliminatório.

Você não vai querer ser desligado do curso depois de ter superado tantas etapas difíceis.

Como funciona a remoção

A cada novo concurso os novatos são destinados para as “piores” localidades, e os que lá estão participam de um concurso de remoção interna para tentarem ir para lotações melhores.

Cada lotação tem uma pontuação que varia de 1 a 4 pontos. Quanto menor a pontuação, melhor a lotação e quanto maior a pontuação, “pior” a lotação. Quanto mais tempo você ficar em uma lotação mais pontos você ganha.

Quanto mais pontos você tiver, mais chances de ser removido. Assim, se logo de início você for para uma lotação que vale 4 pontos de início, a tendência é que consiga ser removido mais rápido.

Clique aqui para ver todas as lotações disponíveis no DPF.

Plano de carreira

A carreira de Agente de Polícia Federal é divida em 3ª Classe, 2ª Classe, 1ª Classe e Classe Especial.

O ingresso na carreira ocorre na 3ª Classe e, após 3 anos, você vai para a 2ª Classe. A partir desta, você muda de classe a cada 5 anos, até chegar à Classe Especial.

Ou seja, após 13 anos você atinge o final da carreira.

Os requisitos para promoção estão previstos no Decreto nº 7014/2009.

“Art. 3o  São requisitos para promoção nos cargos da Carreira Policial Federal:

I – exercício ininterrupto do cargo:

a) na terceira classe, por três anos, para promoção da terceira para a segunda classe;

b) na segunda classe, por cinco anos, para promoção da segunda para a primeira classe;

c) na primeira classe, por cinco anos, para promoção da primeira para a classe especial;

II – avaliação de desempenho satisfatória; e

III – conclusão, com aproveitamento, de curso de aperfeiçoamento.

Parágrafo único.  Interrompido o exercício, a contagem do interstício começará a correr a partir do retorno do servidor à atividade.”

Subsídio

A recente Medida Provisória 650 publicada em 01 de julho de 2014, reajustou o subsídio dos cargos de Agente, Escrivão e Papiloscopista que, a partir de 1 de janeiro de 2015, passa a vigorar de acordo com a seguinte tabela:

  • Classe Especial: R$ 13.756,93
  • 1ª Classe: R$ 10.965,77
  • 2ª Classe: R$ 9.132,61
  • 3ª Classe: R$ 8.702,20

Além disso, há o auxílio-alimentação no valor de R$ 373,00, que tem caráter indenizatório e não se incorpora ao subsídio.

Por fim, há as diárias, que são pagas em razão do tempo de deslocamento do servidor para operações em outras localidades, e que também possuem caráter indenizatório e não se incorporam.

Aposentadoria Especial

Devido ao risco e ao estresse da profissão, o policial federal tem direito à aposentadoria especial. Os requisitos para a aposentadoria voluntária – previstos na Lei Complementar nº 144/2014 são os seguintes:

II – voluntariamente, com proventos integrais, independentemente da idade:

a) após 30 (trinta) anos de contribuição, desde que conte, pelo menos, 20 (vinte) anos de exercício em cargo de natureza estritamente policial, se homem;

b) após 25 (vinte e cinco) anos de contribuição, desde que conte, pelo menos, 15 (quinze) anos de exercício em cargo de natureza estritamente policial, se mulher.

Legislação pertinente ao cargo

Clique aqui para acessar os atos normativos relacionados ao cargo de Agente de Polícia Federal.

Downloads

Conforme o prometido, segue abaixo os links para você fazer o download de dois manuais com informações importantes para quem vai prestar o concurso para Agente de Polícia Federal.

Clique aqui para baixar o Manual das Lotações, escrito por Robson Timóteo Damasceno, que lista as pontuações de cada cidade, dá dicas e explica todo o processo de escolha da lotação.

Clique aqui para baixar o Manual do Curso de Formação Profissional da Academia Nacional de Polícia, também elaborado por Robson Timóteo Damasceno.

Vídeos

Para finalizar, disponibilizei em nosso canal do Youtube uma playlist com 5 vídeos bacanas para quem quer ingressar na Polícia Federal.

São vídeos sobre a carreira e a instituição, além de um vídeo da formatura de uma turma APFs com a execução do hino da corporação.

E ainda, um vídeo motivacional e um vídeo sobre o COT.

Clique aqui para acessar a Playlist.

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a carreira, é hora de focar nos estudos!

Somos forte na linha avançada!

Receba Dicas Exclusivas (É Grátis!): 

Conheça a Carreira de Agente de Polícia Federal
5 (100%) 6 votes

27 Comentários


  1. Parabéns!! Acabei de sair do curso de formaçao, e esse artigo está realmente completo, correto e atualizado. Seria interessante apenas colocar os indices do TAF, mas já está mais que o suficiente. Dificil achar um guia melhor pra quem pretende saber mais sobre o concurso.

    Vale lembrar que td isso tb é aplicável para o cargo de escrivao e papiloscopista (prova, taf, exame medico, academia, subsidio, carreira, remoçao, lotaçao, cot, diarias etc.)

    Qto à aposentadoria, a regra ainda não está “pacificada”, ja que o governo insiste que a lei de proventos proporcionais revogou a dos proventos integrais. Todavia, o sindicato vem lutando pra mudar este entedimento, visto que uma lei ordinaria não pode revogar uma lei complementar.

    Responder

    1. Olá EPF Lima,

      Parabéns pela aprovação e boa sorte nessa valorosa carreira! Agradeço pelos elogios ao artigo. Quanto ao TAF, não entrei em detalhes porque pretendo fazer um artigo específico sobre como ser aprovado no teste.

      Att,

      Guilherme

      Responder

    2. Olá, boa dia! Parabéns!
      Sou Sgt da FAB, termino minha faculdade em jul/2016 e estou no começo da preparação, meu sonho é ser PF também.
      Como já fiz um curso de formação, imagino como que deve ser +/-.
      Relação no começo, provas, tiros, TAF, etc…
      Tu pode comentar um pouco mais da rotina no curso?
      Vlw!

      Responder

    3. Parabéns pela aprovação!!
      Fiquei só com uma dúvida, como que funciona para o agente da PF trabalhar em aeroportos? Emissão de passaportes? O candidato aprovado não tem direito de escolher né?

      Responder

  2. Muito bom esse artigo, explica muita coisa! Estou no segundo ano do ensino médio e tenho o desejo de seguir essa carreira. Estava pensando em cursar direito pra poder fazer o concurso, mas fazer para agente mesmo. Pode me dar uma dica? Se vale a pena fazer direito ou tem outra faculdade que eu termine mais rápido e consiga ingressar tranquilo como agente? Obrigado. Gostei muito do Artigo. 😀

    Responder

    1. Olá Gabriel,

      Com certeza vale a pena gastar um tempo a mais e fazer um curso de Direito. Hoje você quer ser Agente, mas vai que no futuro, quando já estiver na PF, você resolve prestar concurso pra Delegado Federal? Neste caso, terá que ter curso de Direito.

      Além disso, pra quem faz concurso, Direito é o curso mais amplo e que te dará um leque maior de opções.

      Assim, além da PF, poderá tentar Ministério Público, Magistratura etc..

      Abraço!

      Guilherme Machado

      Responder

  3. Estou na mesma situação terminei o ensino médio e vou começar a faculdade de direito justamente para prestar o concurso da PF, agora você tem alguma dica de estudo para esta jornada?

    Responder

    1. Olá Roberto,

      Se você está mesmo decidido a se tornar um PF, a dica é não esperar a formatura para começar os estudos. O ideal é que quando se formar já esteja em um bom nível para conseguir a aprovação o mais rápido possível. Assim, procure fazer um ótimo curso, se dedique e se organize para também ter tempo de estudar para a prova da PF, por meio de livros específicos voltados para concursos públicos. E não se descuide da parte física. Boa sorte e foco!

      Responder

  4. Sei que o índice de reprovação no CURSO DE FORMAÇÃO PROFISSIONAL deve ser extremamente baixo, mas algum APF formado pode me dizer se praticamente todo mundo forma e toma posse ou o curso pode ser traiçoeiro e vc acabar reprovado e perder todo o sacrifício. Estou perguntando isso pois ganho R$5200,00 e é certo que caso consiga a aprovação no CONCURSO(que é difícil pra caramba), eu terei que largar meu cargo para entrar no curso de formação, já pensou: sair reprovado do curso e com uma mão na frente e outra atrás. É lógico que a possibilidade de conseguir um mandado de segurança para realizar o curso é grande também, mas pode ser que eu não consiga e tenha que pedir largar o cargo. Devido a isso que pergunto aos senhores APF que vivenciaram o CURSO DE FORMAÇÃO DE APF qual o índice de reprovação. Sei que muitos irão me criticar pela pergunta, outros não, mas perguntar não custa nada…rssss e eu entendo que temos que fazer uma autoanalise de tudo para tomar as decisões mais corretas.

    Responder

  5. Olá, gostaria de saber se um escrivão pode passar para agente, ex: eu fazer o concurso de escrivão e me transferir internamente para o cargo de agente?

    Obrigado

    Responder

    1. Olá Caio, tudo bem?

      Isso não é permitido. Se quiser ser Agente terá que prestar o concurso para Agente.

      Att,

      Guilherme Macedo
      Editor do Blog QPC

      Responder

  6. Olá, boa noite!

    Eu quero mto entrar pra Polícia Federal, é meu sonho. Minha noiva tem o sonho de entrar pra Científica, mas ai veio a dúvida na nossa cabeça.
    Como conciliar isso?
    Como funciona isso dentro da PF?
    Por exemplo, eu, quero ser Agente. O Agente tem lugar fixo? Não tem?
    Tem um local fixo, mas viaja para todo Brasil e volta ao seu local fixo? Neste sentido eu estou completamente perdido.
    Poderiam nos ajudar dando uma luz sobre isso?
    Mto obrigado.

    Eu sou de São Paulo, seria possível trabalhar aqui?

    Responder

    1. Olá Jefferson,

      Após a formatura na ANP, o Agente é enviado para as lotações mais distantes, nas regiões de fronteira, e lá permanece por um bom tempo, até que consiga remoção para um lugar melhor.

      Então pode demorar até você conseguir remoção para SP.

      Neste artigo expliquei como isso funciona com detalhes. Sugiro que leia o trecho “Como funciona a remoção”.

      Abraço!

      Guilherme Machado
      Editor do Blog QPC

      Responder

    2. Sou APF e vou tentar responder alguns itens.
      Vc quer ser agente e ela Perita?
      Bem….tem sim…..mas á curto prazo vcs terão que ter sorte…..tipo….vc está numa lotação….Capital de preferência…..pra depois quando ela…..passando no concurso…..fazendo o curso de formação….tentar pegar a lotação que vc esteja.
      Sim….ele terá um lugar fixo…..e esse lugar (lotação) é aquele que vc escolherá lá na ANP ao término do curso de formação.
      Sim….vc é escalado para missões em todo Brasil. Ao término da missão, vc retorno ao seu local de lotação. As diárias variam de R$177,00 á 224,00( muito pouco por sinal). Nessa hora ajuda vc viajar para uma cidade onde vc tenha lugar para dormir 0800…..ai já ajuda e muito.
      Se vc for o 01 do curso de formação…..pelo menos na minha época (1998)….o 01 escolheu Fortaleza.

      Responder

  7. Olá!!!! passei no concurso papiloscopista DF e queria muito entrar em contato com o robson concurseiro. Seria possível vcs me passarem o contato dele?

    Responder

    1. Olá Cledson,

      Parabéns pela aprovação nesta excelente carreira!

      Infelizmente não tenho nenhum contato do Robson Concurseiro (Robson Timóteo Damasceno).

      No entanto, verifiquei no Fórum da PF no Correioweb que tem várias pessoas procurando o contato dele, assim como você.

      Inclusive ele é cadastrado neste fórum e você pode mandar uma mensagem privada para ele.

      O link do fórum é : http://forum.concursos.correioweb.com.br/viewtopic.php?f=5&t=207977

      O link do perfil do Robson é: O perfil do Robson é: http://forum.concursos.correioweb.com.br/memberlist.php?mode=viewprofile&u=70735

      Att,

      Guilherme Machado
      Editor do Blog QPC – http://www.queropassaremconcursos.com.br

      Responder

  8. Podem me tirar uma dúvida? A aposentadoria da PF continua pelo regime próprio ou agora é tbm pelo inss??

    Responder

    1. Prezado Renato,

      Os servidores que ingressarem no Poder Executivo após 4 de fevereiro de 2013 estarão sujeitos ao regime de Previdência Complementar. Dessa forma, ao se aposentarem, também estarão sujeitos ao valor do teto para aposentadoria previsto para o Regime Geral (R$ 5.189,82).

      Ocorre que os Policiais Federais têm direito a aposentadoria especial com proventos integrais. Dessa forma, muitos deles têm recorrido ao Judiciário no intuito de afastar a aplicação do regime de previdência complementar e têm conseguido êxito.

      Para saber mais, sugiro que leia o seguinte artigo:
      http://www.migalhas.com.br/dePeso/16,MI218854,41046-A+aposentadoria+especial+dos+servidores+policiais+apos+a+instituicao

      Abraço!

      Guilherme Machado
      Editor do Blog QPC

      Responder

  9. Tenho 21 anos, e ano que vem concluo o curso de Administração, nos últimos dias comecei a me interessar bastante pelo concurso da PF, estou lendo com frequência sobre o assunto e este artigo me ajudou a esclarecer muitas dúvidas. De acordo com os seus conhecimentos é comum o interesse de mulheres em ingressar na PF?

    Responder

  10. Sobre o COT, queria saber como funciona a rotina de trabalho. E sobre as férias e dias de descanso do COT ?

    Responder

  11. Mas como funciona esse negócio de classes??
    Tem como evoluiu de uma classe pra outra pelo tempo,ou por provas internas??
    Pode me explicar??

    Responder

    1. Olá Fabrício, beleza?

      Para progredir na carreira não se utiliza o critério de tempo. O critério é o desempenho medido em avaliação periódica. A famosa avaliação de desempenho.

      Abraço,

      Guilherme Machado

      Responder

Comente este artigo!