Conheça o Perfil da Banca IBFC [BÔNUS: Apostila com 700 Questões]

Olá concurseiros! No post sobre o Concurso TJ PE 2017, comentei sobre a estreia do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) como banca organizadora do certame.

O IBFC venceu o processo de licitação, marcado pela desclassificação de várias bancas que não atenderam as exigências do edital licitatório.

A contratação foi novidade para muitos concurseiros, acostumados a ver a Fundação Carlos Chagas (FCC) e o Centro de Seleção e Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UNB) no comando da maioria dos concursos de tribunais no Brasil.

Inclusive, a FCC foi a responsável pela realização do último certame do TJ PE, em 2011.

Mas se a banca agora é outra, você precisa conhecê-la a fundo, para direcionar seus estudos e garantir a vitória! 

BÔNUS: Ao final do artigo vou disponibilizar um link para você baixar gratuitamente uma apostila com 700 questões de provas anteriores do IBFC. 

Conhecendo a banca IBFC  

guia como estudar para concurso público

Apesar de não ser conhecido dos concurseiros em geral, o IBFC já organizou e realizou grandes concursos públicos, como do Tribunal de Justiça do Paraná, Ministério Público de São Paulo, Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas e Tribunal de Contas do Rio de Janeiro. 

Sua maior atuação, porém, é na organização e realização de magistério de universidades e certames municipais e estaduais. Em Minas Gerais, por exemplo, a banca é responsável por cerca de 90% dos concursos realizados pelo governo do Estado. 

As provas do IBFC

banca-examinadora

O presidente do IBFC, Alexandre Faraco, já deu declarações para a imprensa afirmando que os professores seguem os programas do edital para elaboração da prova. Já é um bom começo, né? Segundo ele, nada de “pegadinhas” também!

Ao traçar o raio-X da banca, identificamos outras características que você precisa saber. Veja:

  • As provas objetivas são de múltipla escolha, compostas por uma média de 50 questões. Geralmente cada uma contém quatro alternativas, mas há exceções. No edital do TJ PE, por exemplo, são cinco; 
  • De forma geral, as questões costumam ser bem objetivas. Às vezes, uma alternativa é resumida em uma única palavra;
  • Nas provas de Direito Administrativo, licitação é disparadamente o tema mais cobrado. Matérias sobre poderes e princípios também caem bastante;
  • Nas áreas de Direito, a banca cobra muito a leitura e memorização das leis e da constituição. Tenha tudo decorado na cabeça;
  • O IBFC costuma repetir conteúdos e estilos de cobrança em concursos. Resolva questões de provas anteriores para treinar;
  • Na disciplina de Língua Portuguesa, os assuntos mais cobrados são compreensão e interpretação de textos. Também são muito frequentes: emprego da vírgula, análise sintática, classificação morfológica e semântica (conotação e denotação, principalmente).
  • O IBFC tem predileção pelo gênero textual crônica. Leia vários cronistas brasileiros, como Martha Medeiros e Mário Prata;
  • Na prova discursiva (redação), a banca poderá definir um tema amplo da atualidade ou um conteúdo específico do edital. Isso mesmo! É possível que você tenha que dissertar sobre um assunto de Direito Penal, Direito Processual Penal, Direito Administrativo etc. Nada complexo para quem já precisa estudar essas disciplinas para as provas objetivas.
  • Caminhando na contramão das demais banca, o IBFC normalmente não atribui o maior número de pontos da redação ao conteúdo, mas sim à correção gramatical (ortografia, acentuação, elementos de coesão, morfossintaxe e propriedade vocabular); 
  • Ainda na redação, a banca gosta de cobrar um texto dissertativo argumentativo, em que o candidato deve defender o seu ponto de vista, com finalidade de persuasão.

Guia Prático para Passar em Concurso Público (Kalebe Dionísio)  

Quem acompanha o blog sabe que sou fã desse cara! Se você não o conhece ainda, estou falando do professor Kalebe Dionísio, que já foi aprovado e nomeado em dez concursos federais. E detalhe: ele tinha só 22 anos! 

É muito fera, né?

Agora a melhor parte da história: o Kalebe ensina o método de estudos dele no curso “Guia Prático para Passar em Concurso Público em 1 Ano“. 

O conteúdo é ministrado em 12 módulos, sendo que 2 são específicos sobre o perfil das bancas organizadoras e a técnica do chute. 

Clique no link abaixo para acessar todas as informações que você precisa saber antes de se decidir pelo investimento.

Recordista Brasileiro de Aprovações revela como conseguiu passar em 10 concursos federais com apenas 22 anos

Bônus

Conforme o combinado, segue o link para você baixar gratuitamente a apostila com 700 questões da banca. 

Apostila Grátis: 700 Questões do IBFC.

Baixe a apostila, resolva os exercícios e vire um especialista em questões do IBFC!

Conheça o Perfil da Banca IBFC [BÔNUS: Apostila com 700 Questões]
4.4 (87%) 20 votes

1 comentário


  1. Artigo importante, pois hj não adianta estudar todo o cabedal de matérias do edital, vc precisa estudar a banca organizadora, melhorei meus índices de 40% em média para índices que ficam entre 65 a 85% estudando organizadoras… Ter todo o conteúdo em mente é importantíssimo, mas conhecer como a banca exigi esse conhecimento é essencial…

    Responder

Comente este artigo!