Como Passar no Concurso TJMG: 9 Dicas de um Aprovado

Se você ainda não me conhece, meu nome é Guilherme Machado.

E eu já fui aprovado e nomeado 2x no concurso TJMG.

A primeira vez foi pra Oficial Judiciário (nível médio) , cargo que exerci por cerca de quatro anos.

Até que saiu um novo concurso e desta vez prestei pra Analista Judiciário (nível superior em Direito).

Fui aprovado em 13º lugar e ocupo esse cargo até hoje lá no tribunal.

E neste artigo vou te passar 9 dicas essenciais para que você também conquiste a sua aprovação nesse concurso.

Se você seguir essas dicas, tenho certeza que muito em breve você vai se tornar meu colega lá no TJMG!

Então se você quer descobrir os segredos de um aprovado, você precisa ficar comigo até o final.

Agora chega de conversa e vamos começar!

Como passar no Concurso TJMG: 9 dicas de um aprovado

como passar no concurso tjmg

Vamos lá!

Vou direto para as 9 dicas porque eu sei que você não tem tempo a perder.

Dica 1 – Tenha FOCO!

Já vou começar falando sobre a importância de você ter foco porque é aqui que boa parte dos candidatos comete um erro grave que acaba levando à reprovação.

E qual é esse erro?

É atirar para todos os lados! É tentar abraçar o mundo!

Vou te explicar o que costuma acontecer na prática.

Você decide prestar o Concurso TJMG e começa a estudar.

Aí no meio do caminho surgem outras boas oportunidades, vem aquela tentação, e você resolve trocar de concurso.

E qual o resultado dessa troca constante?

Você nunca dá continuidade aos seus estudos e nunca vai passar.

Outro erro comum é tentar conciliar editais sem estar preparado pra isso.

Pensando que vai aumentar as chances de passar, você decide estudar pra dois ou mais concursos ao mesmo tempo

Mas o problema é que, ao tentar conciliar dois ou mais editais. você aumenta consideravelmente o número de matérias que você vai ter que estudar.

Em vez de estudar dez disciplinas, por exemplo, você passa a ter que estudar quinze ou mais matérias.

Só que você não consegue se aprofundar em tantas disciplinas ao mesmo tempo.

Enquanto isso, o seu concorrente que tá 100% focado no TJMG tá ali estudando só aquelas dez matérias e vai conseguir atingir um nível de conhecimento avançado em cada uma delas.

Aí eu te pergunto: quem você acha que vai fazer uma preparação mais completa e vai ter mais chances de passar?

É o cara que tá focado!

Além disso, ainda tem o risco de você não conseguir se organizar e se planejar direito.

E assim você pode acabar se perdendo no meio de tanta coisa pra estudar e pode encontrar o caminho da reprovação.

Por isso, ao tentar conciliar editais, você não aumenta as suas chances de passar. Na verdade, você tá é diminuindo.

E assim você corre sérios riscos de ser reprovado em todos os concursos que você prestar.

Ah, Guilherme, mas já sou um concurseiro experiente e já estou em um nível mais avançado. Não posso conciliar dois ou mais editais?

Nesse caso, pode. Mas desde que você saiba fazer um bom planejamento e tenha muito tempo disponível pra estudar.

Agora, se você tá começando ou ainda está em um nível intermediário, a minha recomendação é ter foco e se dedicar 100% pro TJMG.

Aí depois que passar a prova, você vira a chave e pensa em prestar outro concurso da mesma área, em que você vai poder aproveitar boa parte do conhecimento que você adquiriu ao estudar pro TJMG.

Dica 2 – Faça um bom planejamento

Você já sabe que precisa focar no Concurso TJMG pra ter chances de passar.

Mas não é pra sair estudando de qualquer jeito porque isso só vai te fazer perder tempo e dinheiro.

Pra passar no TJMG, você vai precisar de um bom planejamento.

Então a primeira coisa é fazer um levantamento de quais dias da semana você vai estudar.

Exemplo: vou estudar seis vezes por semana, de segunda a sábado.

Em seguida, defina quantas horas por dia você vai estudar.

Exemplo: vou estudar 3 ou 4h por dia.

Depois, você tem que definir quantas matérias você vai estudar por dia.

Então se você tiver 3h pra estudar por dia, por exemplo, recomendo que você estude três matérias por dia, sendo 1h cada.

Se você tem 4h, estude quatro matérias por dia. E por aí vai!

Vale lembrar, que você deve medir esse tempo em horas líquidas.

Portanto, você deve parar o relógio sempre que fizer algum intervalo pra tomar água, ir ao banheiro etc.

Por último, você tem que definir quais matérias você vai estudar em cada dia.

E como você faz isso?

Você vai criar um cronograma colocando uma dia fixo pra cada matéria?

Não porque um cronograma é algo muito rígido que não leva em conta os imprevistos que podem surgir na sua semana.

Ex: você coloca no seu cronograma que vai estudar Português toda segunda-feira de manhã.

Aí em uma determinada semana surge algum imprevisto e você não consegue estudar nesse dia.

Com isso, você vai passar muito tempo sem ter contato com essa matéria e isso vai prejudicar o seu aprendizado.

Por isso, em vez de criar um cronograma, recomendo você crie um ciclo de estudos, que é mais flexível e admite imprevistos, sem que o estudo fique prejudicado.

E como funciona um ciclo de estudos?

Você vai seguir a sequência das disciplinas e se você tiver algum imprevisto e não conseguir estudar em um dia, é só você continuar de onde parou no dia seguinte.

Ah, Guilherme, mas eu não sei criar um ciclo de estudos.

Beleza, eu vou deixar alguns vídeos que vão te ajudar a criar um ciclo de forma simples, rápida e eficiente:

Dica 3 – Invista em bons cursos e materiais

Agora que você já fez um bom planejamento, é hora de escolher cursos e materiais de qualidade.

Afinal, você não vai conseguir passar em um concurso tão concorrido estudando por qualquer apostila que você compra na banca da esquina.

Pra ter chances de passar, você precisa fazer uma preparação realmente de alto nível e deve estudar pelos melhores cursos preparatórios.

Mas Guilherme, quais são os melhores cursos pro Concurso TJMG?

Recebo essa pergunta com tanta frequência que criei uma lista com todas as minhas recomendações.

Nessa lista você vai encontrar tudo o que você precisa pra passar no TJMG, inclusive entre os primeiros colocados.

Pra ter acesso a essa lista, é só você clicar no link abaixo:

Melhores cursos pro Concurso TJMG

Ah, Guilherme, mas eu estou sem grana pra investir em um bom cursinho.

Nesse caso, é só você clicar no link abaixo pra ter acesso aos maiores cupons de desconto que eu consigo nos melhores cursos para concursos:

Cupons de desconto nos melhores cursos para concursos

Assim, você vai ter acesso a uma preparação de qualidade e ainda vai economizar uma boa grana!

Dica 4 – Construa uma boa base teórica

Agora você já tem um plano de estudos e um bom material, chegou a hora de colocar a mão na massa e começar a estudar.

Mas por onde você deve começar?

A primeira coisa que você deve fazer é pegar o edital do concurso e imprimir o conteúdo programático, que traz as matérias e assuntos que serão cobrados na prova do seu cargo.

Em seguida, você tem que pegar o material em PDF ou videoaula do cursinho e estudar tópico a tópico do conteúdo que tá no edital.

Acabou de estudar um assunto? Risca o tópico lá no edital.

Durante esse estudo, você deve elaborar o seu material de revisão. Podem ser resumos, mapas mentais, esquemas, marcações de texto etc.

Além disso, você também deve resolver as questões que estão no PDF ou que o professor sugere na videoaula.

E, sempre que acabar uma aula, também deve resolver ali umas 20 ou 30 questões sobre o assunto da aula.

Assim, você vai conseguir construir uma boa base teórica que será essencial para a sua aprovação no Concurso TJMG.

Dica 5 – Domine a lei seca

Durante esse estudo da teoria, você também deve dar uma atenção especial para a lei seca, que é o que mais cai em provas de tribunais.

Então estude com um bom Vade Mecum do lado.

E se durante as aulas o professor falar que determinado artigo é importante, você vai lá no Vade Mecum, destaca com marca texto e faz anotações.

Mas não é só pra marcar o artigo e nunca mais ler.

Em todas as etapas do seu estudo você tem que tá sempre consultando a lei seca porque realmente cai muito em concursos de tribunais.

Dica 6 – Faça revisões periódicas

Mas de nada adianta você construir uma boa base teórica e chegar lá na hora da prova e esquecer boa parte do que estudou, não é verdade?

Pra evitar o famoso branco e conseguir lembrar da matéria no dia da prova, você vai ter que fazer revisões periódicas usando o material que eu falei pra você criar lá na dica 4 e também por meio da lei seca e questões.

E como eu fazia minhas revisões?

Antes de começar uma disciplina, eu revisava rapidamente o que estudei na vez anterior.

Exempo: chegou a vez de estudar Direito Constitucional.

Antes de estudar um assunto novo, eu dava uma revisada rápida no conteúdo que estudei na vez anterior dessa matéria.

Além disso, no sábado revisava todo o conteúdo que estudei no decorrer da semana.

E de tempos em tempos voltava pra fazer uma revisão geral, de tudo que já tinha estudo.

Ah, Guilherme, mas vai demorar muito se eu fizer todas essas revisões.

Sim. Vai demorar muito se você revisar errado.

Então lembra que é só pra revisar o conteúdo.

Não é pra estudar tudo de novo! Você não tem que ler o PDF inteirou ou assistir à videoaula toda novamente.

Pra dar tempo de revisar tudo, você tem que fazer revisões rápidas, dando só aquela passada de olho.

Vai chegar uma hora que você vai ter muita coisa pra revisar? Vai.

Mas não tem jeito. Se você não revisar, você vai se esquecer de boa parte do que estudou e não vai passar no TJMG e em nenhum outro concurso.

Dica 7 – Resolva questões e faça simulados

Também é fundamental que você resolva questões exaustivamente, principalmente da banca organizadora do concurso.

E em qual momento devo resolver questões? Sempre!

Durante a construção da base teórica, nas revisões, depois de fechar o edital etc..

E onde você vai achar questões pra resolver? Recomendo que você assine um bom site de questões como QConcursos, TEC Concursos etc.

Se não for possível, você pode baixar provas de concursos anteriores no PCI Concursos.

Além disso, depois que você já tiver estudado boa parte do conteúdo, você tem que fazer simulados pra medir seu nível de conhecimento, detectar seus pontos fracos e fazer os ajustes necessários na sua preparação.

Então vamos supor que você tá fazendo simulados e percebe que o seu percentual de acertos tá travado em 80%.

Você vai lá e faz uma análise das matérias e assuntos que você mais tá errando, prioriza o estudo desse conteúdo, e consegue aumentar esse percentual.

E onde você encontra simulados?

Em bons cursinhos, como Estratégia Concursos e Gran Cursos.

Dica 8 – Dê a devida importância para a prova de Português

Quem estuda pra tribunais costuma cometer um erro grave: priorizar as matérias de Direito e deixar Português em segundo plano.

Mas o problema é que a prova de língua portuguesa costuma ter um número considerável de questões e uma grande importância no seu resultado.

Vamos ver, como exemplo, o Concurso TJMG 2022.

No caso do cargo de Oficial de Justiça, a prova objetiva vai ter 60 questões no total, sendo 15 de Português (¼ da prova.)

Já no caso de Analista Judiciário – Analista Judiciário, a prova objetiva também tem 60 questões, mas serão 20 de Português (⅓ da prova).

Então se você der a devida importância para essa matéria, você vai conquistar pontos preciosos na prova e você pode passar na frente de milhares de candidatos.

E como você pode ter um bom desempenho na prova de Português do TJMG?

Com a ajuda de um bom professor de língua portuguesa para concursos, que saiba ensinar essa disciplina de forma simples e descomplicada.

E qual o melhor professor de Português pro TJMG?

Lembra que eu fiz uma lista com todas as minhas recomendações dos melhores cursos e materiais pro Concurso TJMG?

Lá também tem uma indicação de uma professora de língua portuguesa que tenho certeza que vai te oferecer tudo o que você precisa pra gabaritar a prova de Português.

Então clica no link abaixo e vai lá conferir a lista agora mesmo:

Melhores cursos pro Concurso TJMG

Dica 9 – Tenha cuidado com a prova discursiva (Analista)

A última dica é pra quem vai prestar o concurso pro cargo de Analista Judiciário.

Nesse caso, além da prova objetiva, os candidatos também terão que fazer uma prova discursiva.

E a primeira coisa que você precisa saber é que a prova discursiva do TJMG tem caráter classificatório e também eliminatório.

Caráter classificatório quer dizer que a sua nota final vai ser a soma da pontuação obtida na objetiva e na discursiva.

Então você precisa tirar uma boa notas nas duas provas pra ficar bem classificado.

Já o caráter eliminatório significa que você precisa tirar uma nota mínima na discursiva pra não ser eliminado do concurso.

No concurso TJMG de 2022, por exemplo, a prova discursiva vai valer 40 pontos e você precisa tirar no mínimo 20 pontos pra não ser eliminado.

Então não adianta nada você tirar uma excelente nota na prova objetiva e zerar a discursiva porque você vai ser eliminado do concurso.

Por isso, da mesma forma que você se prepara pra prova objetiva, você também deve se preparar para a discursiva.

Muita gente ainda não percebeu, mas a importância das duas provas é praticamente mesma!

Pronto! Você já descobriu os segredos que me fizeram conquistar duas aprovações e nomeações no TJMG.

Agora, você precisa colocar tudo em prática, combinado?

E eu vou ficar aqui na torcida para que você conquiste a sua aprovação e em se torne meu colega lá no TJMG.

Quem sabe em breve a gente não senta pra tomar aquele café juntos lá no tribunal? Vai ser um prazer bater um papo com você!

Um abraço e tamo junto!

Guilherme Machado

Vídeo: Como passar no Concurso TJMG

Você ficou com alguma dúvida?

Você ainda tá na dúvida sobre qual o melhor curso online para concurso?

Nesse caso, você pode falar diretamente comigo no meu Instagram.

É só você seguir meu perfil (@guilhermemachadoqpc) e me enviar um direct.

Vai ser um prazer falar te ajudar a escolher o melhor curso preparatório para concurso e vou responder com a maior brevidade possível!

Faça Parte da Minha Lista VIP (100% Gratuita)

Ao fazer parte da minha Lista VIP você vai receber, em primeira mão, diretamente no seu e-mail, os maiores cupons de desconto nos melhores cursinhos para concurso.

Para entrar na lista VIP, que é 100% gratuita, basta você inserir seu nome e e-mail nos campos abaixo e clicar no botão verde:

Receba Cupons de Desconto

Insira o seu endereço de e-mail abaixo para receber cupons de desconto dos melhores cursos online para concurso.

Fique tranquilo, este serviço é gratuito e seu e-mail está completamente SEGURO conosco!

Pronto! Agora é só abrir seu e-mail e procurar pela minha mensagem, em nome de Guilherme Machado.

Em alguns minutos você já vai receber seu primeiro cupom (válido hoje).

Entre Para o Meu Grupo VIP no Telegram (100% Gratuito)

Todos os dias você deve receber muitos e-mails.

E pode ser que você não veja a minha mensagem no meio de tantas outras e acabe perdendo algum cupom de desconto.

Pra garantir que você vai receber todos os cupons, também te convido a fazer parte do meu Grupo VIP no Telegram (100% gratuito):

Quero fazer parte do Grupo VIP no Telegram!

Nesse grupo disponibilizo todos os cupons que consigo para quem faz parte da minha Lista VIP, e também alguns exclusivos pra quem tá no Telegram.

Você pode me ajudar?

Se este artigo ajudou você a descobrir o melhor curso preparatório para concurso, peço que você também me ajude.

E você pode fazer isso de uma forma simples e rápida.

Basta você fazer sua inscrição no meu canal no Youtube e seguir meu perfil no Instagram.

Ao fazer isso você já vai me ajudar muito! 

Um abraço e tamo junto!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.