Concurso TJMG 2017 – 1ª Instância: Saiu o Edital!

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais publicou no Diário do Judiciário Eletrônico desta sexta-feira, 7, o edital do Concurso TJMG 2017 para Provimento de Vagas e Formação de Cadastro de Reserva do Quadro de Pessoal da Justiça de Primeira Instância.

A Consulplan é a banca organizadora responsável pelo certame.

Vagas

São oferecidas 15 vagas imediatas, além da formação de cadastro de reserva, para os seguintes cargos:

  • Oficial de Apoio Judicial (Classe D) – 10 vagas
  • Oficial Judiciário (classe D) – Comissário da Infância e da Juventude – 5 vagas

Haverá reserva de 20% das vagas para os candidatos negros e de 10% para os portadores de necessidades especiais.

Ambos os cargos exigem apenas nível médio. A remuneração inicial é de R$3.457,01 para uma jornada de 40 horas semanais.

O candidato aprovado estará sujeito à nomeação, por cargo/especialidade, para qualquer uma das comarcas do Estado de Minas Gerais.

Inscrições

As inscrições para o Concurso TJMG 2017 deverão ser realizadas no site  www.consulplan.net  no período das 14h do dia 19 de junho de 2017 às 17h do dia 28 de julho de 2017.

O valor da taxa é de R$ 60,00.

Provas

As provas objetivas do Concurso TJMG 2017 serão aplicadas no dia 24 de setembro de 2017, das 14h às 18h, nas cidades de Belo Horizonte, Diamantina, Governador Valadares, Juiz de Fora, Montes Claros, Uberlândia e Varginha.

As provas serão dividas da seguinte forma:

Concurso TJ MG 2017 Provas

As provas para todos os cargos terão as seguintes disciplinas e número de questões:

Concurso TJMG 2017 Provas Objetivas

Prova de digitação

Para os candidatos ao cargo de Oficial de Apoio Judicial será aplicada prova prática de digitação, de caráter somente eliminatório.

A prova prática de digitação será realizada apenas em Belo Horizonte, em data, local e horário a serem oportunamente publicados pelo TJMG.

Serão convocados para a prova prática de digitação 3.500  candidatos habilitados na prova objetiva e mais bem classificados segundo a lista geral de concorrência.

Curso Online para o Concurso TJMG 2017 (Campeão de Aprovações)

Curso Online em PDF + Vídeo Aulas – 100% Atualizado e Focado no Edital – Teoria + Questões Comentadas – Alto Índice de Aprovação – Satisfação Garantida ou seu Dinheiro de Volta

Cursos para Concurso TJ-MG 2016

Edital

Acesse o edital completo: Edital Concurso TJMG 2017 – 1ª Instância

Leia também:
Concurso TJMG 2017 – 1ª Instância: Saiu o Edital!
5 (100%) 3 votes

14 Comentários


  1. Olá gostaria de saber se apesar das poucas vagas imediatas serão chamados muitos do cadastro de reserva. Grato.

    Responder

    1. Olá Ramon, tudo tranquilo?

      Não preocupe com o número de vagas imediatas.

      A tendência é que haja um grande número de nomeações ao longo do prazo de validade do concurso.

      Abraço!

      Guilherme Machado

      Responder

  2. Boa tarde Guilherme!!!

    É a segunda vez que faço comentário em seu artigo! Acompanho sempre suas notícias e fiquei super feliz com a saída do edital!! Hoje fiz uma leitura dele e o que não entendi foi sobre os benefícios que não vi especificados no mesmo, como plano de saúde,vale alimentação, transporte etc.Como vc já faz parte do órgão poderia esclarecer essa dúvida? Desde já obrigada!!!

    Abcs,

    Responder

    1. Olá Emanuelle, boa tarde!

      Os atuais benefícios são os seguintes:

      – Auxílio-alimentação: R$ 884,00 (pago em dinheiro junto com o salário)
      – Adicional de desempenho (Saiba mais: https://queropassaremconcursos.com.br/concurso-tjmg-2016-vale-pena/)

      Em 2017 também podem ser implementados auxílio-transporte e auxílio-saúde, conforme proposta apresentada pelo presidente. Saiba mais: http://sinjus.org.br/data-base-e-auxilios-tjmg-vai-cumprir-o-combinado/

      Espero ter esclarecido!

      Um abraço e bom final de semana 😉

      Guilherme Machado

      Responder

  3. Olá, Guilherme!

    É possível pedir remoção antes do fim do estágio probatório?

    Obrigado,

    Elton

    Responder

    1. Olá Elton, tudo bem?

      Eu dei uma olhada aqui para você no último edital de remoção da 1ª instância, que saiu em 2017, e lá não há nenhum impedimento para quem está em estágio probatório.

      Veja quais são os requisitos para participação que constam nesse edital:

      2. DOS REQUISITOS PARA PARTICIPAÇÃO

      2.1. Poderá participar do Processo Seletivo de Remoção o servidor titular de cargo de provimento efetivo das Secretarias de Juízo e dos Serviços Auxiliares da Justiça de Primeira Instância que pretenda obter remoção para cargo com especialidade idêntica que se encontre vago em outra comarca.

      2.2. Não poderá participar do processo seletivo de remoção o servidor ocupante do cargo de Oficial de Apoio Judicial posicionado na classe B com função gerencial.

      Dessa forma, creio que não haja problema.

      Mas há uma desavantagem. O primeiro critério de desempate é “a) maior tempo de exercício no TJMG após a data de posse no cargo de provimento efetivo atualmente ocupado;”.

      Assim, se você tiver pouco tempo de casa, pode ficar prejudicado nesse aspecto.

      Se você quiser ver o edital completo, segue o link: http://ftp.tjmg.jus.br/juridico/diario/index.jsp?dia=1201&completa=2inst%7Cadm

      Abração!

      Guilherme Machado

      Responder

      1. Olá, Guilherme!

        Obrigado pela boa vontade!

        Estou pensando em direcionar os meus estudos para o TJMG. Por isso, tenho que analisar bem essa questão!

        Abraço!

        Elton

        Responder

    1. Olá Luciana, tudo bem com você? Espero que sim! 🙂

      Eu já fiz prova de digitação no TJ e na minha época foi bem tranquila.

      Bastava digitar um texto e depois formatá-lo de acordo com as instruções passadas.

      A dica é ler o edital para saber exatamente como será a prova e treinar antes em casa.

      Mas essa prova não é nada demais..

      Abraço,

      Guilherme Machado

      Responder

  4. Olá, Guilherme, tudo bem?

    Fiz o concurso TJMG 1ª Instância para o cargo de Oficial de Apoio Judicial Classe D, não passei dentro do número de vagas, mas tive uma colocação muito boa e creio que serei nomeada ao longo dos 4 anos. Sou formada em um curso tecnólogo de Gestão de Processos Gerenciais e gostaria de saber se sendo nomeada o que me traria mais vantagens:
    Uma outra graduação em direito ou contabilidade (já sou da área de contabilidade) ou uma pós graduação em qualquer área. Quando eu pergunto aos meus colegas que fizeram o concurso, nenhum deles sabem me responder se ter graduação em direito ajuda ou não. Outros dizem que o que vale para ser promovido é ter a pós graduação. Gostaria que você me passasse essa informação já que você trabalha aí dentro e entende mais do assunto. Desde já agradeço pela atenção, você me tranquilizou muito durante o período que o edital não saia rsrsrs… graças ao seu incentivo não perdi a esperança de continuar estudando para o TJMG. Creio que em breve seremos colegas de trabalho!

    Responder

    1. Olá Gabriela, tudo bem por aí?

      Parabéns pela boa colocação e já estou na torcida para que você seja minha colega de trabalho! Tenho que certeza de que esse resultado foi fruto de muito esforço e dedicação.

      Em relação a sua dúvida, esclareço que outros diplomas vão ser úteis no momento da promoção vertical.

      Quando chegar a hora da promoção vertical você vai concorrer com outros servidores e quem tiver mais pontos é promovido.

      Para que você saiba exatamente o valor de cada diploma, vou deixar o edital da última promoção vertical.

      Segue o link: http://ejef.tjmg.jus.br/promocao-vertical-2017/

      Forte abraço,

      Guilherme Machado

      Responder

  5. Olá Guilherme, tudo bem?

    Já te fiz uma pergunta em outro post, e considero que foi o melhor blog falando sobre informações sobre este concurso. Neste concurso foram chamados quase 4200 pessoas para a 2a fase e todos acreditam em muitas nomeações. Pergunto a você, que tem um olhar de dentro, podemos contar com isto? Você acredita que este concurso chega a 1000 nomeações em 4 anos? Já tem praticamente 3 meses de homologação e até agora ninguém foi chamado.
    Você acredita que vale a pena fazer o concurso que lançarão edital este ano? (Oficial de Justiça)

    Grato mais uma vez pela atenção de sempre,

    Alipio Junior

    Responder

    1. Olá Alipio, tudo bem?

      Pra ser sincero, com a aprovação do PL 4.909/2018, que extinguiu 266 cargos de oficial de apoio judicial e criou cargos em comissão, penso que haverá uma grande redução no número de nomeados para esse cargo.

      Essa postura do Tribunal de extinguir cargos efetivos para criar cargos em comissão demonstrou que eles não estão nem um pouco preocupados com a situação dos aprovados no concurso que estão aguardando nomeação.

      Veja a notícia sobre a extinção dos cargos: https://www.almg.gov.br/acompanhe/noticias/arquivos/2018/08/29_plenario_cargos_tjmg.html

      E vale a pena sim você prestar o concurso para oficial de justiça! Você já estudou para essa área e tem conhecimentos nas matérias. Então deve aproveitar essa oportunidade.

      Então vai lá e se preocupa primeiro em colocar seu nome na lista de aprovados. Depois você se preocupa com a nomeação.

      Você deve focar em colocar seu nome em várias listas de aprovados. Aí a sua nomeação vai acontecer mais cedo ou mais tarde.

      Um abraço e tamo junto!

      Guilherme Machado

      Responder

Comente este artigo!