Concurso TJMG Vale a Pena? 5 Motivos FORTES para Você Prestar

Vale a pena prestar o Concurso TJMG para os cargos de Oficial Judiciário (nível médio) e Técnico Judiciário (nível superior)? Você tem essa dúvida?

Meu nome é Guilherme Machado, sou servidor público, autor aqui do blog QPC – Quero Passar em Concursos, e também tenho um canal no Youtube.

Eu quero que você saiba que eu também já estive aí no seu lugar, com essa mesma dúvida.

Eu não tinha a certeza se realmente valia a pena investir tempo e dinheiro estudando para o concurso TJMG.

Eu lia algumas notícias pessimistas na internet e ficava inseguro e com medo de me arriscar nesse concurso e depois me arrepender.

Mas eu decidi encarar desse desafio e fui aprovado e nomeado duas vezes no TJMG:

  • Oficial judiciário (nível médio)
  • Técnico Judiciário (nível superior em Direito) – 13º lugar

E para acabar com essa sua dúvida de uma vez por todas, eu vou revelar neste artigo 5 motivos FORTES para você prestar esse concurso.

Eu já te adianto que, na minha opinião, o quinto motivo é o mais importante.

E no final do artigo eu vou deixar uma DICA MATADORA para você passar nesse concurso.

Vamos lá! Vamos começar!

Concurso TJMG: 5 Motivos FORTES Para Você Prestar

Motivo 1: Há vagas!

Eu vejo muita gente espalhando em redes sociais que não vale a pena prestar o Concurso TJMG porque o tribunal não nomeia ninguém.

Mas será que isso é verdade?

Esse tipo de comentário surgiu por causa de problemas que ocorreram em concursos específicos, como o concurso TJMG 2009 (1ª instância), em que o tribunal nomeou os aprovados a título precário (caráter temporário).

E aí o prazo de validade desse concurso venceu e o tribunal não nomeou alguns dos aprovados em caráter definitivo. Com isso, eles ficaram sem o cargo.

Ocorre que o Conselho Nacional de Justiça – CNJ – já proibiu o TJMG de realizar esse tipo de contratação (veja a notícia).

E, para comprovar que não é verdade que o tribunal não nomeia ninguém, eu vou te dar o meu exemplo.

Meu primeiro concurso TJMG foi o da 2ª instância, realizado em 2007. Eu tentei uma vaga no cargo de Oficial Judiciário e fui aprovado, mas fiquei na colocação 426 (veja a lista de classificação).

E quando eu vi a minha colocação eu me senti frustrado e pensei que nunca seria nomeado.

Para minha surpresa, eu fui nomeado cerca de um ano depois da homologação.

Meu segundo concurso TJMG foi o da segunda instância, realizado em 2011. Desta vez eu tentei uma vaga no cargo de Técnico Judiciário – Técnico Judiciário, que exige nível superior em Direito.

Eu fiquei em 13º lugar e fui nomeado logo na primeira chamada, poucos dias depois da homologação do certame (Veja meu ato de nomeação).

Assim, apesar de problemas em concursos específicos, eu sou a prova viva de que o TJMG nomeia os aprovados.

Além disso, vale ressaltar que no TJMG há uma rotatividade muito grande de servidores.

Isso acontece porque, geralmente, depois de tomar posse, os servidores continuam estudando para outros concursos como Juiz de Direito, Promotor de Justiça, Defensor Público, Delegado etc.

Depois de aprovados nesses concursos, esses servidores pedem exoneração e o cargo fica vago.

Para você ter uma ideia, com base em levantamento feito em abril de 2018, existem 2.880 cargos vagos no TJMG, que poderão ser providas pelos aprovados nos próximos concursos.

Se você quiser saber para quais cargos são  essas vagas, é só acessar este link aqui.

Motivo 2: Salário em dia

Enquanto os servidores do Poder Executivo estadual de Minas Gerais, lamentavelmente, estão recebendo salário atrasado e de forma parcelada, no TJMG o salário é pago religiosamente em dia.

Mais do que isso: no tribunal eles nem esperam o quinto dia útil para pagar. O pagamento integral do salário é sempre é feito no primeiro dia do mês e, desde que eu entrei no tribunal, nunca atrasou.

Além disso, o tribunal também paga metade do décimo terceiro salário no meio do ano, em julho, e a outra metade no final, em dezembro, também sem atrasos.

Da mesma forma, o terço de férias também é pago em dia.

Assim, mesmo em tempos difíceis, em que o estado de Minas Gerais está quebrado, eu consigo ter essa tranquilidade de ter o meu salário garantido todo dia primeiro.

Pode não ser o melhor salário do mundo, mas é pago em dia.

Motivo 3: Benefícios

Algumas pessoas consideram que o salário inicial é baixo e por isso não vale a pena prestar o concurso TJMG.

Mas é um erro analisar apenas o salário isoladamente.

Para descobrir se vale a pena ou não prestar o concurso TJMG, também é preciso levar em contas os benefícios, que são pagos em dinheiro e complementam o salário.

Veja os benefícios dos servidores do TJMG (valores vigentes em fevereiro de 2019):

  • Vale refeição: R$ 884,00
  • Auxílio-creche: R$ 699 por filho matriculado na escola, até os 7 anos de idade
  • Auxílio-saúde: de R$ 200 a R$ 300, a depender da idade.
  • Auxílio-transporte: R$ 150

Se você somar esse auxílios, vai perceber que dá aproximadamente R$ 2 mil a mais no salário todo mês. E isso faz muita diferença!

Motivo 4: Folgas

folgas concurso tjmg

Outra vantagem de se trabalhar no TJMG é o número de folgas que você tem direito no ano.

São elas:

  • Férias: 25 dias úteis por ano
  • Recesso de final de ano: De 20/12 a 06/01
  • Férias-prêmio: 3 meses de férias a cada 5 anos de trabalho
  • Abono aniversário: você pode faltar no dia do seu aniversário
  • Abono semestral: conhecido como artigo 70. Você pode ter 3 faltas por semestre, sem necessidade de autorização ou justificativa. Basta comunicar ao seu chefe.

E aí você pode utilizar todas essas folgas para estudar para outros concursos, se este for o seu objetivo, ou simplesmente para curtir a sua vida de concursado com amigos e familiares.

Motivo 5: Carreira

Na minha opinião esse é o motivo mais importante.

Algumas pessoas dizem que o concurso TJMG não vale a pena por causa do salário, que é baixo, em relação ao salário pago em outros tribunais.

Mas olhar só o salário não basta. É preciso analisar a carreira, que é muito vantajosa de médio e a longo prazo.

A ao longo dos anos o seu salário vai aumentando por meio de:

  • Progressões anuais: em um ano você tem um aumento de 3% e no outro 9%, alternadamente (valores aproximados). Para conseguir essas progressões você precisa ter desempenho satisfatório nas avaliações de desempenho.
  • Promoção vertical: você sobe sete níveis na carreira de uma vez só, o que dá um aumento aproximado de 20% no salário. Para conseguir essa promoção você concorre com outro servidores e quem tiver mais títulos (cursos de pós-graduação, mestrado, doutorado etc) fica com a vaga. Você pode concorrer a essa promoção quando tiver, em média, oito anos de tribunal.
  • Data-base: reposição anual das perdas inflacionárias.
  • Adicional de desempenho: a cada 5 anos você ganha um adicional de 10%, até chegar a um adicional de 70%, com 35 anos de carreira. Para conseguir esse adicional você precisa ter desempenho satisfatório nas avaliações de desempenho e cumprir o número de anos necessários.

Para facilitar sua vida, eu vou deixar aqui na descrição do vídeo um link para você baixar a tabela de vencimentos atualizada com o salário durante toda a carreira.

E aí você vai ver que a carreira compensa no médio e a longo prazo e que o Concurso TJMG vale a pena sim!

Agora eu vou te dar uma DICA MATADORA para você passar no Concurso TJMG.

Dica Matadora: Acesse Estas Páginas!

Eu já fui aprovado e nomeado duas vezes no concurso TJMG, uma para nível médio e outra para nível superior.

E eu quero compartilhar com você a minha experiência para que você também consiga ser aprovado nesse concurso.

Para fazer isso, eu criei duas páginas específicas para o concurso TJMG e que vão te ajudar a conseguir a aprovação.

PRIMEIRA PÁGINA:

Eu criei um portal para o concurso TJMG onde eu reúno todas as minhas dicas de estudo e também informações sobre o concurso. Lá você vai encontrar:

  • Situação atualizada dos concursos
  • Cursos que eu fiz e indico
  • Tabela de vencimentos dos cargos
  • Meus artigos com dicas de estudo para o TJMG
  • Meus vídeos com dicas de estudo para o TJMG

Enfim, lá eu compartilho toda a minha experiência e também todo o conteúdo que eu considero importante para a sua aprovação no TJMG.

E essa página é atualizada constantemente. Então coloca aí nos seus favoritos e acessa sempre para conferir as novidades.

Para acessar essa página é só clicar no link abaixo:

PORTAL CONCURSO TJMG

SEGUNDA PÁGINA:

Eu criei um Instagram exclusivo para o concurso TJMG.

Lá eu estou sempre postando conteúdo e informações sobre esse concurso. É uma forma de você se atualizar rapidamente sobre o certame.

Além disso, esse Instagram é uma comunidade exclusiva que reúne apenas concurseiros que vão prestar o Concurso TJMG, e você pode trocar ideias com eles.

Outro diferencial dessa comunidade é que lá você tem acesso direto a mim. Você pode me enviar uma mensagem por Direct que eu vou te responder.

Pode até demorar, mas eu vou te responder!

Para acessar esse instagram é só clicar no link abaixo:

INSTAGRAM CONCURSO TJMG

Vídeo: Concurso TJMG Vale a Pena?

Então é isso! Vou ficando por aqui!

Ficou com alguma dúvida? Deixa um comentário no final desta página que eu vou tentar te ajudar.

Um abraço, tamo junto e até a próxima.

Concurso TJMG Vale a Pena? 5 Motivos FORTES para Você Prestar
5 (100%) 4 vote[s]

5 Comentários


  1. Bom dia Guilherme! Excelentes explicações!

    Algumas dúvidas surgiram:
    1 – Quem entra hoje como Técnico Judiciário da 2º Instância (Direito), já entra com carga de 8h?
    2 – Qual é o inicio da carreira? na sua tabela começa no PJ 51 e no site do TJ começa no PJ 42.
    3 – Qual é de fato a remuneração básica (sem contar os auxílios e adicionais) do Tec. judiciário da 2º Instância. A tabela diz 5.782 e os outros sites de concursos dizem que é 4.337.

    Agradeço imensamente se puder me ajudar. Dependo dessas respostas para saber se compensa focar nesse concurso, uma vez que a lotação é apenas na capital cujo custo de vida é muito alto.

    Obrigado!!!

    Responder

    1. Olá Vanderson, tudo tranquilo?

      Vamos lá!

      1 – Sim. A jornada será de 8 hrs para quem entrar hoje em qualquer cargo.

      2 – Início da carreira de Técnico Judiciário é o PJ 42. O PJ 51 é o inicial da classe C para os ocupantes de cargo de nível médio, que entram na classe D.

      3 – A remuneração básica é R$ 5.782,78. Perceba que nessa tabela o valor de R$ 4.337,08 corresponde ao salário inicial do Técnico na jornada de 6 horas, que não existe mais para novos servidores.

      É isso! Espero ter ajudado!

      Um abraço,

      Guilherme Machado

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *